Domingo, Novembro 18, 2018
fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 268
Terça, 30 Outubro 2018 15:58

Cohab-Sp vai iniciar reforma no Palacete dos Artistas

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Local, situado no centro de São Paulo, é referência em moradia para pessoas com mais de 60 anos e passará por obras de manutenção

Prefeitura de São Paulo, por meio da Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab-SP), anunciou neste sábado (27) a licitação para a contratação de empresa que fará a substituição do telhado do residencial Palacete dos Artistas, localizado na Avenida São João, 613, região central da capital. 

Trata-se de um dos seis imóveis que atendem às 2.017 pessoas pelo programa de Locação Social da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab). Os demais são Asdrúbal do Nascimento (Centro; 40 unidades), Olarias (Zona Leste; 137 apartamentos), Residencial Parque do Gato (Centro; 486 unidades), Senador Feijó (Centro; 45 apartamentos) e Vila dos Idosos (Zona Leste; 145 unidades).

A previsão é de que as obras sejam executadas em 60 dias, a partir da contratação da empresa, com investimento de R$ 104.831,67 provenientes do Fundo Municipal de Habitação (FMH)/Locação Social. O objetivo da troca da cobertura é garantir o ideal escoamento da água da chuva, evitando problemas de vazamento no Palacete.

O imóvel, que abriga 60 idosos, é considerado o melhor exemplo de locação social da cidade, com gestão condominial realizada pela Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab) e social pela Secretaria Municipal de Habitação (Sehab). Além disso, recebeu em 2017 o prêmio Selo Mérito da Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação. 

Para residir nesse endereço, assim como nos demais, a pessoa precisa ser indicada pelas associações de classe, ter autonomia e pagar uma pequena taxa de cerca de 10% de sua renda.

A criação do residencial 


Inaugurado em dezembro de 2014, o Palacete foi idealizado para atender pessoas com mais de 60 anos que tenham exercido carreira artística e participado de entidades do setor como: Sindicato dos Artistas, Associação Nova Conquista, Associação Cultural de Condomínio dos Artistas e Técnicos (ACCA), Cooperativa Paulista de Teatro, Balé Stagium, Ordem dos Músicos, Grupo de Articulação para a Conquista da Moradia para o Idoso da Capital (GARMIC) e o Movimento de Moradia dos Artistas e Técnicos – SP. 

Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab-SP) adquiriu o prédio em 2011 por R$ 4.193.482,66, com recursos do Fundo Municipal de Habitação (FMH). 

Declarado de interesse social, o lugar passou por restauração. O valor investido pelo município no retrofit (técnica que permite dar uso diferente do projeto original, mantendo as estruturas originais),em 2012, foi de R$ 6.423.959,21. O Palacete teve as instalações elétricas e hidráulicas refeitas e a sua estrutura reforçada para receber os dois elevadores. Os pisos, de mármore e pastilha cerâmica, foram restaurados e mantidos nas áreas comuns. Fachadas e telhado também foram reformados, conforme prevê o projeto de revitalização do centro da cidade, com habitação de interesse social. 

O prédio, de seis andares, tem 50 unidades, sendo dez por andar, com área média de 40 m2. Do 2º ao 6º andar, há dois apartamentos adaptados para pessoas com necessidades especiais. 

O 1º andar é de uso coletivo, onde há salas para oficinas, aulas, ensaios, leitura e atendimento social. O projeto respeitou as condições de acessibilidade, segurança e preservação do patrimônio histórico, embora o edifício tenha sido completamente alterado internamente.

Ler 988 vezes
Ligia Minaro

Jornalista Responsável: Ligia Minaro - MTB 33.856