Domingo, Dezembro 16, 2018
fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 269
Sexta, 13 Abril 2018 11:23

Prefeitura de SP promove encontro nacional com técnicos em fauna silvestre

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Com três dias de duração, o evento reúne participantes de 13 estados de todas as regiões do Brasil.

A partir desta sexta-feira (13), a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, por iniciativa de sua Divisão de Fauna Silvestre, dá início ao I Encontro Técnico Nacional de Centros de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (ENACS). O intuito do evento é reunir técnicos que atuam na triagem e reabilitação da fauna silvestre, objetivando promover a troca de conhecimentos e experiências entre esses profissionais e discutir alternativas para o manejo da Conservação da Biodiversidade. Participam biólogos e veterinários ligados a Centros de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) e a Centros de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), além de profissionais que atuam com nas solturas e destinações de animais silvestres. São 13 estados participantes, de todas as regiões do Brasil, e tem duração de três dias.

Uma das palestras em destaque acontece no segundo dia do evento (14/04), com o médico veterinário Adriano Pinter, sobre a fauna silvestre como sentinela para a vigilância em saúde. Isso porque, desde outubro do ano passado, a SVMA tem realizado a vigilância da Febre Amarela e já recebeu 362 primatas mortos. Destes, 149 sentinelas foram confirmados com o vírus da doença. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) confirmou até o momento 12 casos autóctones da doença em humanos – ou seja, adquiridos no próprio município de residência, dos quais sete evoluíram para óbito.

Outro assunto importante diz respeito ao tráfico de animais silvestres, tema do primeiro dia de evento (13/04). Este é o terceiro maior comércio ilícito do mundo, perdendo apenas para narcóticos e armas. Ele representa até 15% de aves extraídas das matas brasileiras e cerca de 90% delas morrem no trajeto. A América do Sul possui a mais rica Avifauna do planeta, com mais de 2.950 espécies. As aves enclausuradas em gaiolas perdem sua capacidade de vôo e são privadas do processo reprodutivo,alimentação adequada, além de sofrerem maus tratos.A palestrante convidada é a bióloga Juliana Machado, Diretora Executiva da Freeland Brasil, uma organização sem fins lucrativos, cuja missão é a conservação da biodiversidade por meio do combate ao tráfico de espécies silvestres.

“Com este primeiro encontro nacional realizado pela Prefeitura de SP, teremos a oportunidade de estreitar relações e conhecer outras realidades dentro do território brasileiro no que se refere à triagem e reabilitação da fauna silvestre. Com a ampla discussão técnica em nível nacional, poderemos buscar propostas que solucionem este importante segmento do manejo da Conservação da Biodiversidade”, diz Juliana Summa, Diretora da Divisão de Fauna da SVMA. Dentre os temas de sua programação destacam-se: soltura de animais, monitoramento, reabilitação, clínica e áreas para soltura.

Organização

A Divisão Técnica de Medicina Veterinária e Manejo da Fauna Silvestre, ou simplesmente Divisão de Fauna, pertence ao Departamento de Parques e Áreas Verdes (DEPAVE) e possui duas unidades de atendimento e manejo da fauna silvestre do município de São Paulo, com sedes nos Parques Anhanguera e Ibirapuera. Foi criada por lei em outubro de 1993, inicialmente para cuidar dos animais pertencentes ao acervo dos parques municipais (cisnes, gansos e marrecos). Atualmente, desenvolve ações de proteção e conservação da fauna silvestre do município, região metropolitana e daquela oriunda de apreensões, em ações de combate ao tráfico.

O recebimento dos animais é realizado por meio de resgate ou apreensões, indicadas pelos munícipes ou realizadas pelas polícias ambientais. Essa Divisão também realiza o inventário e o monitoramento da fauna silvestre municipal, atividade de grande importância para definir novas políticas públicas voltadas à conservação da biodiversidade no Município de São Paulo. Mantém o Centro de Manejo e Conservação de Animais Silvestres (CeMaCAS), unidade de atendimento médico-veterinário e ambulatorial exclusiva para animais silvestres.

Os mais de 5 mil animais encaminhados anualmente à Divisão de Fauna são atendidos em espaço dotado de tecnologia avançada estruturada no CeMaCAS. O setor cuida não só do atendimento veterinário, como também da reabilitação, triagem e destinação de animais silvestres, devolvendo-os à natureza ou repatriando-os, quando sua origem está localizada fora do estado.

SERVIÇO

Local: Centro de Manejo e Conservação de Animais Silvestres (CeMaCAS)
Endereço: Estr. de Perus, 168 - Vila Jaguara, São Paulo – SP

Data: 13/04 (sexta-feira)
Horário: 08h

Programação

DIA 13/04 (Manhã)

7h30

Recepção dos participantes

Das 8h às 8h30

Apresentação do Encontro e Objetivos do Depave-3, seguido de pequena apresentação individual de cada ouvinte.

Das 8h30 às 9h

Palestrante: Diretora do DEPAVE-3 Juliana Summa: “Linha do Tempo DEPAVE-3”

Pausa para café (30 min)

PRIMEIRO BLOCO

Das 9h30 às 10h

Quarentena + Clínica + Laboratório

Palestrante Veterinária Ticiana Zwarg (DEPAVE-3)

Das 10h às 10h30

Palestrante convidada: Bióloga Juliana Machado: “Tráfico de animais silvestres no Brasil”

Das 10h30 – 11h

Palestrante convidado: Veterinário Jeferson Rocha Pires: “Emergências em Animais Silvestres”

Das 11h00 – 12h

Perguntas para os palestrantes (30 min) e Tópicos para Discussão do Primeiro Bloco (30 min)

Almoço 12:00 – 13:00 hs

DIA 13/04 (Tarde)

Das 13h às 14h

Exibição do filme “E Agora?”, sobre Tráfico de Animais Silvestres no Brasil

Pausa para café (30 min)

SEGUNDO BLOCO

Das 14h30 às 15h

Nutrição e Reabilitação de Animais Silvestres

Palestrante Bióloga Juliana Russo (DEPAVE-3)

Das 15h00 às 15h30

Palestrante M.V. Sérgio Novita:  “Insetário: construção e manutenção”

Das 15h30 às 16h

Palestrante convidada: Bióloga Alecsandra Tassoni: “Projeto Jacutinga”

Das 16h às 17h

Perguntas aos palestrantes (30 min) e Tópicos para Discussão do Segundo Bloco (30 min)

14/04 (Manhã)

TERCEIRO BLOCO

Das 8h30 às 9h

Soltura e Destinação

Palestrante Biólogo e Veterinário Francisco Miguel Conde (DEPAVE-3)

Das 9h às 9h30

Palestrante convidado: Biólogo Fernando Magnani

Tema: “Áreas de soltura no Estado de São Paulo”

Das 9h30 às 10h

Palestrante convidado: Biólogo Yuri Valença

Tema: “Reabilitação e Soltura de Amazona aestiva em Pernambuco”

Pausa para café (30 min)

Das 10h30 às 12h

Perguntas para os palestrantes convidados e Tópicos para Discussão do Terceiro Bloco

Almoço 12:00 – 13:00 hs

14/04 (Tarde)

QUARTO BLOCO

Das 13h às 13h30

Monitoramento Pós-Soltura e Vigilância

Palestrante Bióloga Leticia Zimback (DEPAVE-3)

Das 13h30 às 14h

Palestrante convidado: Biólogo Pedro Develey (SAVE – Brasil)

Tema: “Ciência Cidadã contribuindo para o monitoramento pós-soltura”

Pausa para café (30 min)

Das 14h30 às 15h

Palestrante convidado: M. V. Adriano Pinter

Tema: “Fauna silvestre como sentinela para a vigilância em saúde”

Das 15h às 16h

Perguntas para os palestrantes convidados e Tópicos para Discussão do Quarto Bloco

Das 16h00 às 17h

Visita CEMACAS

15/04 (Manhã)

8h30 às 10h30

Mesa Redonda com os convidados confirmados: biólogos Fernando Magnani, Guilherme Dominichelli, Márcio Port, Rogério Cunha de Paula e Yuri Valença

Tema: Desafios para a Soltura e Conservação de Animais Silvestres no Brasil.

Pausa para café (30 min)

Das 11h às 11h30

Avaliação do Encontro e Encerramento

Ler 9800 vezes
Ligia Minaro

Jornalista Responsável: Ligia Minaro - MTB 33.856