Domingo, Agosto 19, 2018
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 265
Terça, 22 Setembro 2015 12:41

Vereador Gilson Barreto propõe a criação de centros médicos municipais para o tratamento da tuberculose

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Ainda é grande o número de casos de tuberculose no Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde, em 2014 foram quase 68 mil ocorrências em todo o país – mais de 16 mil, só no Estado de São Paulo. No mesmo período, 5.715 pessoas contraíram a doença na capital, uma média de 49 para cada cem mil habitantes, conforme estudo do comitê estadual de controle social da afecção.


  Transmitida pelo ar, a tuberculose tem cura e é causada por bactérias que afetam principalmente os pulmões, embora possam acometer outros órgãos e sistemas.
“Infelizmente, os postos de saúde não têm dado conta desse problema. O poder público precisa se empenhar mais para enfrentá-lo”, afirma o vereador Gilson Barreto (PSDB).
  Em julho, ele apresentou um projeto de lei (348/2015) que propõe a criação de pelo menos cinco Centros de Diagnóstico, Acolhimento e Tratamento de Tuberculose na cidade de São Paulo.
  O texto prevê a instalação de uma unidade em cada região do município (centro, zonas norte, sul, leste e oeste). O equipamento deverá abrigar equipes com médico sanitarista, pneumologista, tisiologista (especialista em tuberculose pulmonar), infectologista e psiquiatra, além de enfermeiros, auxiliares de enfermagem, assistentes sociais, psicólogos, nutricionistas e farmacêuticos. “Todos os cidadãos que utilizam o sistema de saúde pública terão direito ao diagnóstico, ao tratamento especializado e ao acolhimento gratuito, com o atendimento clínico, social e psicológico que eles precisam”, explica o parlamentar. 

Ler 672 vezes