Segunda, Novembro 20, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 256
Segunda, 06 Novembro 2017 09:25

Projeto Tricolor do Parque cumpre a sua função social

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Muito mais que revelar promessas para o futebol brasileiro, muito mais que um celeiro de craques, muito mais que  treinamentos físicos e técnicos, o Projeto Tricolor do Parque– mantido pela Associação Atlética Tudo Nosso – tem se notabilizado como uma ferramenta social em apoio a crianças e adolescentes que moram na região de Cidade AE Carvalho, onde está localizada a praça de esportes, que sedia as atividades.

 

O projeto é capitaneado pelos irmãos Valfrido e Valney Cruz, o primeiro coordena a comissão técnica enquanto o segundo é advogado e presidente da Associação Atlética Tudo Nosso. Hoje a iniciativa reúne cerca de 60 garotos, que treinam as segundas, quartas e sextas feiras de forma gratuita, sem nenhum tipo de cobrança.
Com categorias sub11, sub 13, sub 15 e sub 17, no projeto já despontaram garotos que foram aprovados em clubes profissionais, casos de Leonardo zagueiro central que passou pelo sub 15 do Agua Santa, Kennedy sub 15 aprovado na Portuguesa, além de promessas como o habilidoso meia atacante Marcos Vinicius, da categoria sub 13, entre outras.
O projeto conta com apoio das seguintes empresas Fabinho Despachante, F & F Rodas, SOS Rodoar e Tacógrafos, Atual Fit e Distribuidora de Bebidas SR, além do programa de web TV, Mundo da Várzea, Grupo das Mulheres e Homens Valentes e o Projeto Cidadão Campeão, que é liderado pelo ativista social Maurício Rocha. “O Maurício tem nos ajudado muito no intercâmbio com os clubes profissionais, além do apoio diário. Ele está do nosso lado”, destaca o professor Valfrido.
São 51 anos de vida, quase 40 deles dedicados ao futebol, marcou sua época em times tradicionais da várzea, este é Valfrido O. Cruz Filho, que conta que abandonou a empresa de Formaturas e Eventos para se dedicar ao mundo da bola, pela simples paixão. Ele faz questão de destacar que o projeto tem sido tocado a “base do empurrão”. “Falta mais apoio por parte da iniciativa privada e dos próprios pais que nem sequer assistem os treinos”, desabafa Valfrido.
Além do próprio Valfrido, o projeto conta com mais três técnicos: Dener, Didi e Wilson.

 

 

 

Ler 701 vezes
Luiz Mário Romero

Diretor Responsável: Luiz Mário Romero - MTB 34.256

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.