Sexta, Agosto 18, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 253
Terça, 08 Agosto 2017 07:44

Projeto ‘Refugiados em São Paulo’ é lançado na capital

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Com apoio da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, o evento acontecerá em 12 de agosto no Museu da Imigração com apresentação do portal e da revista eletrônica Território Cultural. Haverá ainda debate com representantes dos refugiados e apresentação de grupos musicais formados por artistas de diferentes nacionalidades.

 

Segundo dados do Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE), até o final de 2016 haviam sido reconhecidos mais de 9.500 refugiados no Brasil. Deste total, 26% estão abrigados na cidade de São Paulo. São mulheres, homens e crianças vindos de diversas partes do mundo e que chegam à capital em busca de acolhimento, paz e na esperança de reconstruir suas vidas. Na bagagem, trazem histórias e costumes de suas culturas, enfim, memórias que não podem simplesmente ser esquecidas. Foi dessa reflexão que surgiu o projeto Refugiados em São Paulo, a ser lançado no dia 12 de agosto no Museu da Imigração, no bairro da Mooca, em São Paulo.

Na ocasião, os idealizadores do projeto, Luís Carlos Barbosa e Maria Inês Berloffa, farão a abertura oficial do projeto, apresentando o mapeamento de parte das atividades culturais desenvolvidas por pessoas que vivem hoje na condição de refúgio na maior cidade do Brasil. Representantes dos refugiados e especialistas convidados vão compor um painel de discussão em torno da temática Refúgio-Território-Linguagens Culturais. Logo após, acontecerão apresentações do Coletivo Latam Esquad e do Grupo Esperança, ambos formados por músicos e artistas da Bolívia, Peru e Togo, que encerrarão as atividades com muita diversão.

“A linha-mestra do projeto são as linguagens culturais, formas de expressar a vida e a arte, o modo como cada grupo se diz e se identifica, ou seja, modos de se dizer e se significar no mundo”, explica Maria Inês Berloffa, idealizadora e coordenadora editorial do projeto.

Território e Identidade

Refugiados em São Paulo é um projeto dedicado àqueles que buscam refúgio na cidade de São Paulo. A ideia é contribuir para preservar a identidade e a memória cultural dessas pessoas e, para isso, o site do projeto, denominado Território Cultural(territoriocultural.art.br), traz um mapeamento geográfico das diferentes linguagens culturais: música, dança, gastronomia, entre outros tipos de iniciativas. O objetivo é que futuramente, o site se transforme em ferramenta dos próprios refugiados e que eles venham a alimentá-lo com novos conteúdos. Além do mapa, estará disponível na página, trimestralmente, a revista digitalTerritório Cultural repleta de personagens, histórias, experiências e reflexões acerca das relações entre linguagem/linguagens culturais/identidade e memória. A expectativa é de desenvolver um outro olhar mais atento e crítico à condição dos refugiados que foram acolhidos na cidade de São Paulo.

“Com as duas ferramentas, site e revista eletrônica, nós pretendemos colocar em pauta, discussões acerca de questões como: ‘O que é ser refugiado? ’, ‘Como chegaram a São Paulo e como vivem na cidade? ’, ‘Quais as dificuldades encontradas? ’, entre outros aspectos. Esperamos que esse projeto possa ampliar o olhar não somente dos paulistanos, mas também de todos os brasileiros, sobre o tema e  que, a partir do contato com esses grupos e participação em eventos e demais ações que tenham como objetivo apresentar as diversas culturas, novas reflexões venham à tona. Essa riqueza cultural não pode simplesmente ficar guardada nas bagagens e memórias dos refugiados”, reforça Luis Carlos Barbosa, idealizador e produtor executivo do projeto.

Segundo os idealizadores, o projeto servirá para fortalecer também iniciativas em políticas públicas com relação às crises humanitárias atuais e para desmistificar as definições em torno da figura do refugiado abrindo espaço para outras formas de entendimento e convivência.

Lançamento Projeto ‘Refugiados em São Paulo’

PROGRAMAÇÃO

15h – Apresentação do projeto Refugiados em São Paulo

15h30 – Painel: ‘Refúgio-Território-Linguagens Culturais’

17h – Apresentações artísticas com Grupo Esperança e Coletivo Latam Esquad

Mediador

Guilherme Adorno - Doutor em Linguística, professor e pesquisador colaborador na Unicamp, na área de Análise de Discurso com foco nas práticas discursivas contemporâneas.

Participantes

Adama Konate - (Mali) Fundador e secretário da União Malinesa em São Paulo, conselheiro da subprefeitura da Mooca e presidente de clube de futebol "Benkadi do Mali".

Bryan Luis Rodriguez Vera – (Bolívia) Analista de marketing bilíngue, Mc compositor e produtor cultural. Organiza eventos voltados para o hip hop latino e faz parte do grupo Kantupac. Membro do Coletivo Latam Esquad. Dono da marca de roupas para o público hip hop chamada Kantupac La Marka.

Maria Ileana Faguagua Iglesias – (Cuba) Antropóloga, historiadora, pesquisadora independente e jornalista. Atualmente leciona espanhol na ONG Abraço Cultural. Também é fundadora da MIDAA - Mulheres Imigrantes de Ascendência Africana e Africanas - e do projeto Vida Refugiadas. Foi professora na pós-graduação da Faculdade de Filosofia e História da Universidade de Havana. Entre as premiações estão o de pesquisa pela Universidade McGuell de Montreal, Canadá. Tem publicações em Cuba, Brasil, EUA, Canadá, Jamaica, Espanha e Itália.

Pitchou Luhata Luambo – (República do Congo) Advogado, ator, produtor cultural e professor de francês. Ativista de direitos humanos desde a África, quando defendia vítimas de violência sexual e denunciava os estupros cometidos por grupos armados no leste da República do Congo. Também comanda a cozinha do Congolinária, onde também compartilha suas histórias.  

SERVIÇO

Lançamento Projeto ‘Refugiados em São Paulo’

Quando: 12 de agosto, das 15 às 17h40

Onde: Museu da Imigração do Estado de São Paulo – Auditório

(Rua Visconde de Parnaíba, 1316 - Mooca, São Paulo – SP)

Ler 16 vezes
Ligia Minaro

Jornalista Responsável: Ligia Minaro - MTB 33.856

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.