Quinta, Maio 24, 2018
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 262
Erro
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 823
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 824
Terça, 10 Dezembro 2013 14:42

Polemizando - edição 205

Escrito por

Tombo do gordão
No dia 14 de novembro último – véspera de feriadão - este misto de colunista e entregador de jornais levou um baita tombo em pleno centro de Itaquera, mais precisamente na esquina da rua Ken Sugaya com Ignácio Alves de Matos, bem em frente ao Bar do Zezinho.

Em cinco dias, dois acidentes envolvendo obras em construção, o do Estádio Fielzão, no último dia 27, quando dois operários morreram após a queda de um guindaste, e o desabamento de um imóvel de cinco andares que estava sendo erguido em Guarulhos, Grande São Paulo, na noite de segunda-feira. E, quando analisados os números, a sensação torna-se fato.

Estamos chegando ao final de mais um ano, aliás, no ano que vem teremos eleições e Copa do Mundo. Mas não há como deixar de destacar que 2013 foi um ano marcado por vários avanços. Por isso que convido os leitores deste Fato Paulista a uma reflexão: - 2013 foi um ano de avanços, tanto que estamos vendo os condenados do chamado mensalão presos.

Quinta, 28 Novembro 2013 14:37

Polemizando - edição 204

Escrito por

Quanto mais porrada levo...

Mais amigos estão do meu lado. Olha que neste ano este humilde gordão levou porrada de todo lado, não faltou trairagem, ingratidão e muita...muita sacanagem com este humilde gordão. Mas mesmo assim os amigos provaram que este gordão não é tão merecedor assim de tanta trairagem: o meu muito obrigado aos meus amigos de copo e de cruz: Casal Samir Cinti e Suzy Martins, Didi Poeta, Ferreira de Matos, Marco Medonha, João da Fé e Alegria, Rubinho Martins e Mazinho Xerife. Estes têm sido amigos deste pobre colunista em tempos de trairagem.

Sexta, 22 Novembro 2013 00:00

Esclarecendo - edição 203

Escrito por

Esta é pergunta que – não somente eu – mas todos nós estamos nos fazendo neste momento, desta, porque não dizer, “facada” no bolso daqueles que residem e trabalham na cidade de São Paulo.

Sexta, 22 Novembro 2013 16:49

Polemizando - edição 203

Escrito por

Todos os sons em um só lugar

Quando quero ouvir MPB menos comercial, tipo Elomar, Xangai, sintonizo a USP FM, quando quero uma MPB tipo “gema do novo” sintonizo a Nova Brasil, quando estou a fim de um  sambinha vou de 105 FM, quando quero um rock, vou direto a Kiss FM, este é o meu gosto pessoal. E pensar que em Itaquera existia um lugar onde todos estes sons eram tocados, era o Bar do Camacho, que cá entre nós, já demorou para voltar.

Dois dos principais, por que não afirmar, remanescentes corredores comerciais de Itaquera acabam de receber mais um baque imposto pelo Poder Público: no quarteirão das ruas Lagoa Salgada e Aureliano Barreiros e na avenida Augusto Carlos Baumann.

Terça, 22 Outubro 2013 00:00

Até uma criança percebe - edição 202

Escrito por

Meus caros, hoje tomo a liberdade de passar a palavra para a Lana, aluna de 7ª série de uma escola pública municipal, que escreveu, a meu ver lindamente, sobre as dificuldades de se promover uma vida mais saudável, feliz na cidade. Era o tema da redação.

Terça, 22 Outubro 2013 00:00

IPTU "versus" INSPEÇÃO VEICULAR - edição 202

Escrito por

O Prefeito FERNANDO HADDAD (PT) de São Paulo anunciou o fim do contrato de inspeção veicular com a empresa CONTROLAR do grupo CCR.   Alegou que necessita de uma licitação novo e com legislação que não penalize aquele que tem um carro novo ou semi-novo.  

Na região central da cidade há 30 prédios ocupados, por integrantes de diferentes grupos. Onze deles são organizados pelo MSTC – Movimento Sem Teto do Centro.

Carmen da Silva, líder do MSTC, coordena cinco das 11 ocupações do grupo. "Aprendi a liderar devido a minha necessidade. A necessidade de ter um lar, de colocar a minha família em um lugar digno". Cerca de 4 mil pessoas estão em ocupações coordenadas pelo movimento e 1.500 ainda esperam por moradia.

Para zerar o déficit habitacional, a prefeitura diz que precisa construir 230 mil novas casas e promete construir 55 mil moradias nos próximos três anos.

O Residencial Mirassol, do programa "Minha Casa, Minha Vida", está ocupado desde julho. "Eu entendo que existem outras pessoas que necessitam, só que eu participo desse programa há mais de 10 anos, sou cadastrada, tenho todos os protocolos. Eu tenho a minha necessidade", conta Noemi Mendonça, uma das moradoras do prédio invadido.

As pessoas que estavam cadastradas na Prefeitura para morar no Residencial Mirassol estão desanimadas com a lentidão do processo. A Caixa Econômica já pediu a reintegração de posse do local, mas o processo pode levar até quatro anos.

O Movimento Moradia Para Todos (MMPT) organiza seis das ocupações no centro de São Paulo. Edinalva Franco é a líder do movimento. Ela conta como foram os 23 anos de luta por moradia. "As pessoas não têm o desejo de fazer pelo outro aquilo que foi bom para ela. Então a pessoa conquista sua moradia e vai embora. Você tem que ser a diferença que você quer ver no mundo", diz.