Domingo, Outubro 22, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 255
Editorial

Editorial (39)

Estabelecimento que não respeita acessibilidade é premiado pela Subprefeitura de Itaquera

Terça, 04 Fevereiro 2014 14:23

Carnaval – Um protesto inteligente - edição 207

Escrito por

Sem dúvida alguma, uma das maiores e mais legítimas manifestações culturais do brasileiro é, sem dúvida alguma o carnaval. Lendário e reconhecido carnavalesco, José Carlos Lisboa, com passagens por algumas das maiores agremiações do carnaval paulistano, sempre costuma dizer: “o carnaval é o maior espetáculo teatral do mundo com milhares de atores”. Ele se refere ao fato das grandes agremiações do carnaval que reunem até quatro mil componentes, que não deixam de ser atores em um espetáculo de brilho, técnica, amor e paixão.

Segunda, 13 Janeiro 2014 12:10

Velhos vícios e o “tal” legado - edição 206

Escrito por

Copa do Mundo, Eleições, obras viárias e a mesmice deve perdurar durante 14º ano do século 21

Em cinco dias, dois acidentes envolvendo obras em construção, o do Estádio Fielzão, no último dia 27, quando dois operários morreram após a queda de um guindaste, e o desabamento de um imóvel de cinco andares que estava sendo erguido em Guarulhos, Grande São Paulo, na noite de segunda-feira. E, quando analisados os números, a sensação torna-se fato.

Dois dos principais, por que não afirmar, remanescentes corredores comerciais de Itaquera acabam de receber mais um baque imposto pelo Poder Público: no quarteirão das ruas Lagoa Salgada e Aureliano Barreiros e na avenida Augusto Carlos Baumann.

Na região central da cidade há 30 prédios ocupados, por integrantes de diferentes grupos. Onze deles são organizados pelo MSTC – Movimento Sem Teto do Centro.

Carmen da Silva, líder do MSTC, coordena cinco das 11 ocupações do grupo. "Aprendi a liderar devido a minha necessidade. A necessidade de ter um lar, de colocar a minha família em um lugar digno". Cerca de 4 mil pessoas estão em ocupações coordenadas pelo movimento e 1.500 ainda esperam por moradia.

Para zerar o déficit habitacional, a prefeitura diz que precisa construir 230 mil novas casas e promete construir 55 mil moradias nos próximos três anos.

O Residencial Mirassol, do programa "Minha Casa, Minha Vida", está ocupado desde julho. "Eu entendo que existem outras pessoas que necessitam, só que eu participo desse programa há mais de 10 anos, sou cadastrada, tenho todos os protocolos. Eu tenho a minha necessidade", conta Noemi Mendonça, uma das moradoras do prédio invadido.

As pessoas que estavam cadastradas na Prefeitura para morar no Residencial Mirassol estão desanimadas com a lentidão do processo. A Caixa Econômica já pediu a reintegração de posse do local, mas o processo pode levar até quatro anos.

O Movimento Moradia Para Todos (MMPT) organiza seis das ocupações no centro de São Paulo. Edinalva Franco é a líder do movimento. Ela conta como foram os 23 anos de luta por moradia. "As pessoas não têm o desejo de fazer pelo outro aquilo que foi bom para ela. Então a pessoa conquista sua moradia e vai embora. Você tem que ser a diferença que você quer ver no mundo", diz.

O Fato Paulista chega a sua 201ª edição, não se curvando aos poderosos e do lado da população sofrida do extremo leste paulistano. Mesmo perseguido por detentores do Poder, este jornal, continua sobrevivendo graças a anúncios publicitários e jamais a custa de prostituídos conchavos políticos.

Existem mais coisas entre o céu e a terra, do que se imagina a vã filosofia. Tudo pode acontecer no Planeta Terra, desde aqueles que se propõem a defender estupradores, até outros que apoiam corruptos e comemoram felizes a absolvição dos mesmos.

Essa empresa pública de ônibus será para melhor o transporte público na cidade ou será mais um cabide de empregos.

Em reunião com o secretário de Governo Antonio Donato dia 06 último foi solicitado as informações de quais veiculos de comunicação foram agraciados com as campanhas publicitárias da Prefeitura na gestão Haddad. Porém até o fechamanento dessa edição não obtivemos resposta.

Pagina 3 de 3