Terça, Setembro 19, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 254
Quinta, 31 Agosto 2017 07:36

Entenda as diferenças entre massagem redutora, modeladora e drenagem linfática

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Especialista esclarece as dúvidas sobre os tipos de procedimentos disponíveis no mercado

 

Capazes de afinar a cintura e deixar a pele visivelmente mais bonita, as massagens são grandes aliadas para o bom funcionamento do organismo, afirma Ingrid Peres, fisioterapeuta dermato-funcional . “Outro benefício é quanto a melhora física e até psicológica, pois algumas técnicas também são capazes de promover o relaxamento”, complementa a especialista.
A pesar das massagens serem um dos procedimentos mais procurados das clínicas de estética, é comum que as mulheres tenham dúvidas na hora de escolher a melhor técnica, pois cada uma é indicada de acordo com as necessidades individuais da paciente. Para ajudá-las, Ingrid explica as diferenças entre redutora, modeladora e drenagem linfática.
REDUTORA - É feita com movimentos de deslizamento e amassamento profundos, seguindo um ritmo acelerado. “Diferente da massagem modeladora, é aplicada somente em áreas específicas, como abdômen e culote, por exemplo”, ressalta a profissional.  Deve ser feita uma vez a duas vezes por semana.
MODELADORA - Muito confundida com a drenagem linfática, a modeladora é indicada para quem precisa reduzir medidas, melhorar o aspecto da celulite. A técnica utiliza movimentos firmes, rápidos, e com maior pressão nas manobras. “Neste caso, não há um sentido a ser seguido, pois o objetivo é reduzir a circunferência e ativar a circulação sanguínea. A técnica é contraindicada para que tem inflamação e deve ser realizada de duas a três vezes por semana, com pelo menos um dia de intervalo entre as sessões. Na ONODERA utilizamos o creme exclusivo OnoActive Redux que, com seus princípios ativos específicos, potencializa os resultados”, destaca Ingrid.
DRENAGEM LINFÁTICA - Indicada para prevenir celulite e reduzir edema, a massagem é feita com movimentos lentos, com sentido certo e toque leve. O procedimento ajuda a eliminar líquidos e diminui o inchaço causado por insuficiência venosa, problemas de tireoide ou ciclo menstrual. Nas mulheres, a recomendação é de, pelo menos, uma vez por semana, pois elas retêm muito líquido.
Embora as massagens tenham benefícios comprovados, Ingrid alerta: “é importante associar as técnicas com hábitos de vida saudáveis. Praticar exercícios físicos regularmente e seguir uma alimentação adequada são essenciais para garantir o resultado de qualquer procedimento”, finaliza.

Ler 183 vezes
Ligia Minaro

Jornalista Responsável: Ligia Minaro - MTB 33.856

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.