Quarta, Dezembro 13, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 257
Quinta, 26 Março 2015 17:21

Fique por dentro da coleta seletiva

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

O serviço foi ampliado para diversos bairros da capital e, em alguns casos, houve remanejamento nos dias e horários em que a coleta de resíduos domiciliares é realizada

 

A discussão em torno de medidas que têm por objetivo a preservação do meio ambiente está cada vez mais intensa. O assunto tem ganhado espaço em salas de aula, encontros de famílias e de amigos, reuniões de negócios em empresas e em diversas outras ocasiões. Independentemente do local em que essa questão é debatida, o fato é que, dia após dia, mais cidadãos estão preocupados e interessados em adotar ações que contribuam para diminuir o impacto negativo que hábitos cotidianos provocam sobre o meio ambiente.

Dentre as diversas iniciativas que passaram a ser colocadas em prática com esse objetivo, a coleta seletiva, que depende da separação em casa de materiais recicláveis dos resíduos orgânicos, tem registrado crescente adesão por parte da população. Considerando apenas a Zona Sul e os bairros da Zona Leste atendidos pela EcoUrbis, do qual Itaquera e todo o entorno fazem parte, o volume médio diário de materiais recicláveis coletado pela concessionária aumentou 35%. Entre janeiro e setembro de 2014, ele girava em torno de 75 toneladas e, de outubro até o final de fevereiro (último dado disponível), subiu para 101 toneladas.

Esse crescimento decorre da ampliação da coleta seletiva em algumas subprefeituras, que teve início em outubro do ano passado. Diversas ruas que não contavam com esse serviço passaram a ser atendidas, como por exemplo os distritos de Ermelino Matarazzo e Ponte Rasa, na Zona Leste, além de outros na Zona Sul. O plano de trabalho da prefeitura prevê que, até 2016, a coleta seletiva na cidade de São Paulo seja universalizada, ou seja, todas as ruas da cidade sejam atendidas.

Nessa primeira fase, além de reforçar a coleta seletiva em bairros que já contavam com o serviço, ampliando a frequência de uma para duas vezes por semana, ele passou a ser oferecido em locais que estão tendo essa experiência pela primeira vez.

Para que a população não faça confusão entre os dias da coleta seletiva e da coleta tradicional, os serviços nunca são realizados na mesma data e/ou horário. Nos locais em que a coleta tradicional é feita às segundas, quartas e sextas-feiras no período da manhã, por exemplo, a coleta seletiva tende a ser realizada às terças, quintas-feiras ou sábados.

É importante ter claro que, por causa da ampliação da coleta seletiva, muitos locais tiveram a frequência (dias da semana) e/ou o período (diurno ou noturno) remanejados. Mas, antes de qualquer mudança ser realizada, a EcoUrbis entrega folhetos explicativos de casa em casa, com informações sobre uma eventual mudança de horário da coleta tradicional e/ou introdução da coleta seletiva. Depois que as mudanças entram em vigor, é feito um reforço na panfletagem.

A despeito desse esforço, é natural que muitas pessoas não leiam o folheto e, eventualmente, descartem o resíduo domiciliar ou o material reciclável em dias e horários inadequados. Para saber se os dias e horários da prestação dos serviços em seu endereço teve alguma mudança, basta acessar o link http://www.ecourbis.com.br/site/ecoleta.aspx. Compartilhe essa informação com seus vizinhos e amigos e contribua você também para a preservação do meio ambiente.

Ler 551 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.