Quinta, Dezembro 14, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 257
Terça, 03 Junho 2014 18:37

informe publicitário - Atenção ao horário da coleta - edição 213

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

A EcoUrbis Ambiental é a concessionária que recolhe os resíduos domiciliares na Zona Sul e na maior parte dos bairros da Zona Leste, como Itaquera e região. O serviço tem dias e horários definidos para ser realizado, e é importante que a população saiba quais são e os respeitem

 

A cidade de São Paulo é um verdadeiro colosso. Com aproximadamente 12 milhões de habitantes e uma área de 1.523 quilômetros quadrados, a capital é uma das maiores metrópoles do mundo e principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América Latina. Nosso município reúne uma parcela considerável das maiores empresas nacionais e internacionais instaladas no Brasil e, literalmente, funciona 24 horas por dia. Por conta de seu tamanho e intensa atividade, São Paulo também impressiona quando o assunto é geração de resíduos.
De acordo com informações que constam no site da Prefeitura de São Paulo (www.prefeitura.sp.gov.br), diariamente são coletadas, em média, 18 mil toneladas de lixo (varrição, domiciliar, saúde, restos de feiras, entulho, poda de árvores etc). Desse total, os resíduos domiciliares representam mais da metade, podendo alcançar em algumas épocas do ano 15 mil toneladas diárias.
Como é possível imaginar, manter a cidade limpa não é tarefa fácil e, para cuidar desse trabalho, a prefeitura conta um verdadeiro exército. A EcoUrbis, por exemplo, é a concessionária responsável pelo recolhimento de resíduos domiciliares na Área Sudeste da capital, que engloba toda a Zona Sul e a maior parte dos bairros da Zona Leste (como Itaquera e região), e emprega mais de 2 mil profissionais (coletores e motoristas) que trabalham dia e noite apenas na coleta.
Mas, para que o trabalho seja realizado de forma adequada, além da mão de obra, existe um fator que também é considerado fundamental. Trata-se da disciplina. Para que os moradores das Zonas Sul e Leste sejam atendidos da melhor forma possível, antes que cada um dos mais de 250 caminhões compactadores da EcoUrbis saia da garagem, os motoristas e coletores já sabem quais ruas devem ser percorridas.
E não é só isso. Eles também sabem o horário aproximado que devem estar em cada local. É claro que, por conta de problemas no tráfego – algo comum em uma cidade como São Paulo –, eventualmente podem ocorrer atrasos pontuais, mas a concessionária desenvolve estudos e permanentemente acompanha o trabalho de seus profissionais para que, se houver necessidade, sejam feitos ajustes com foco na melhoria da prestação do serviço.
Para tanto, a tecnologia é uma grande aliada. Poucas pessoas sabem, mas todos os veículos da EcoUrbis utilizados na coleta são monitorados por GPS, dispositivo que mostra em tempo real toda a sua movimentação, como trajeto, velocidade, número de paradas etc. Caso a concessionária verifique que em um determinado setor os atrasos estão se tornando frequentes, é conduzida uma avaliação e eventual ajuste de rota para que os horários preestabelecidos sejam sempre cumpridos.
Todo esse cuidado é necessário porque a coleta de resíduos domiciliares em cada avenida, rua e travessa tem um horário predefinido, acordado com a prefeitura para que eventuais impactos no trânsito sejam sempre os menores. Em linhas gerais, a coleta em cada endereço é realizada em dias alternados, no período diurno ou noturno, e o ideal é que cada cidadão coloque os sacos de lixo na calçada respeitando sempre o horário. Para saber a frequência e o horário de coleta em seu endereço, basta acessar o site www.ecourbis.com.br e digitar o endereço (nome da avenida, rua ou travessa), com o respectivo número.
Se todo mundo respeitar o horário da coleta, a cidade de São Paulo será ainda melhor.

Ler 608 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.