Sábado, Setembro 22, 2018
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 266
Ligia Minaro

Ligia Minaro

Jornalista Responsável: Ligia Minaro - MTB 33.856

Na próxima segunda-feira,15, as unidades móveis do CATe e do MEI irão a novos endereços com objetivo de levar o mesmo atendimento das unidades fixas a lugares mais afastados do centro. O funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e nos locais serão disponibilizados serviços como emissão de carteira de trabalho e formalização de empreendimento.

A partir do próximo domingo, 14, o Mercado Municipal Paulistano começa um novo cronograma do “Choro no Mercado”. O evento leva ao Mercadão apresentações do gênero musical, todos os domingos, às 12h, na praça de alimentação do local. A ação é promovida pela Secretaria Municipal de Cultura (SMC), por meio da Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional (Cosan), da Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (SDTE).

Os alimentos foram destinados a 810 mil pessoas, cadastradas em 1.486 entidades assistenciais atendidas pelo banco. A prioridade é atender famílias de baixa renda, com idosos, gestantes e/ou crianças de até sete anos de idade.   

Sexta, 12 Fevereiro 2016 16:30

O Carnaval na Vila Matilde atrai multidão

 A festa carnavalesca na Vila Matilde, contou com a organização e apoio da União das Escolas de Samba Paulistanas e Supervisão de Cultura da Subprefeitura Penha. O evento, marcado pela tradição de décadas, foi mais uma vez uma edição vitoriosa, reunindo cerca de 20 mil participantes, nos três dias de desfile. Certificada pela forte presença das famílias e grupos de jovens amigos, a festa gratuita garantiu uma opção de lazer às outras festas de carnaval, como os desfiles de blocos e desfile das escolas do primeiro grupo apresentadas no Sambódromo, no Anhembi.   

Desde 2010 o coordenador do Movimento Inclusão Já, Valdir Timóteo luta pela acessibilidade no Cemitério Municipal de Itaquera. Rampas de acesso, banheiros adaptados, vagas de estacionamento exclusivas, são algumas das reivindicações do ativista social, que em seis anos o máximo que conseguiu foram as vistas grossas e os ouvidos moucos por parte dos detentores do Poder. No dia 27 último, mais uma vez ele esteve no local e nada de acessibilidade e teve que se contentar com a esperança das promessas um dia serem cumpridas.

Estão abertas desde a tarde de terça (26) as inscrições para as moradias populares da PPP (parceira público-privada) do Centro de São Paulo. Os imóveis são destinados a famílias com renda de até seis salários mínimos (R$ 5.280) e visam recuperar uma das regiões mais degradadas da capital paulista.

Os aposentados e pensionistas do INSS podem pedir, em uma agência da Previdência Social, o bloqueio do desconto do crédito consignado. Essa regra vale mesmo se os valores já foram pagos, mas a redução continua, ou se a taxa cobrada pelo banco for abusiva. Há também a possibilidade de tentar recuperar os valores “perdidos” se o beneficiário provar não ter autorizado o empréstimo.

Os eventos culturais da capital paulista terão uma reserva para artistas locais. É o que institui o Projeto de Lei PL 292/2015. O objetivo é valorizar o trabalho deles.

A Prefeitura de São Paulo divulgou as regras para a isenção de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) para teatros e centros culturais com até 400 lugares e que tenham acesso direto por ruas ou galerias. Para obter a isenção, gestores dos espaços terão que apresentar à Secretaria Municipal de Finanças e Desenvolvimento Econômico a documentação que comprove a realização de atividades culturais por pelo menos dois anos no local.

Com objetivo de formar e capacitar professores e instrutores de Dança do Ventre, este curso é composto por 4 módulos teóricos apostilados e 4 formatações diferenciadas visando atender as expectativas e interesse de cada estudante, compondo o total de 440 horas de estudo da arte da Dança do Ventre , sua aplicação didática e os elementos artísticos e culturais que a acompanham.