Quarta, Novembro 22, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 256
Segunda, 29 Junho 2015 08:55

CPTM recebe campanha sobre doenças sexualmente transmissíveis

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

A Estação Itaim Paulista, na Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana) da CPTM, receberá campanha sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). Na próxima quarta-feira, 01/07, vai ter a distribuição de preservativos no local. A campanha será realizada até o dia 17 de agosto, durante todo o horário de funcionamento da estação. No dia 17 de julho, haverá testes gratuitos para HIV e sífilis.

A ação é realizada em parceria com a Secretaria da Saúde, por meio do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) Doutor Sergio Arouca, que atende o bairro Itaim Paulista. Responsável pela campanha, a coordenadora do CTA Vângela Domingues explica que o objetivo é que as pessoas busquem o preservativo e recebam orientação sobre as doenças sexualmente transmissíveis.

“Há um pudor quando as pessoas buscam preservativo no CTA, pensando que vamos julgá-las. Na estação, há maior fluxo de pessoas e o display ficará à disposição de todos”, ressalta a coordenadora.

O display ficará disponível por 45 dias para os usuários da estação. No dia 17, um trailer ficará estacionado em frente ao local para a realização dos testes, que são gratuitos.

A ação no Itaim Paulista segue o mesmo modelo da realizada na Estação Guaianases. Na ocasião, foram distribuídos cerca de 250 mil preservativos em um mês e o CTA registrou o aumento na procura pelo serviço. “Nosso objetivo é que o display fique permanentemente na estação”, destaca Vângela Domingues.

Segundo o Departamento Nacional de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, cerca de 734 mil pessoas são portadoras do HIV (Vírus da Imunodeficiência Adquirida) no Brasil, das quais 145 mil não têm o vírus diagnosticado.

Os testes para diagnose são rápidos, realizados a partir da coleta de uma gota de sangue extraída da ponta do dedo. Em apenas 20 minutos, o usuário poderá fazer o teste, conhecer o resultado e receber o aconselhamento necessário.

O teste para sífilis também é feito em 20 minutos. A doença pode se manifestar em três estágios e as pessoas sexualmente ativas devem realizá-lo. As gestantes, principalmente, pois a sífilis congênita pode causar aborto.

Ler 509 vezes
Fabiana Costa

Repórter

1 Comentário

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.