Segunda, Dezembro 17, 2018
fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 269
Terça, 13 Novembro 2018 08:42

Prefeitura recebe R$ 83 milhões do governo federal para obras no Autódromo de Interlagos e da Fábrica do Samba

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Repasses de R$ 43 milhões e de R$ 40 milhões, respectivamente, serão feitos com recursos do Ministério do Turismo

 

O prefeito Bruno Covas e o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, oficializaram neste domingo (11) um acordo para liberação de cerca de R$ 83 milhões para obras no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, na Zona Sul, e para a Fábrica do Samba, na Zona Norte da capital.

A assinatura ocorreu antes da largada do Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, vencido pelo britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, campeão antecipado da temporada e que chegou ao seu quinto título na categoria. O prefeito acompanhou a prova, participou da cerimônia de abertura e entregou o troféu ao piloto inglês no pódio.

Em outubro de 2013, o Ministério do Turismo e a Prefeitura de São Paulo firmaram um acordo para o repasse no valor de R$ 160 milhões para adequação e implantação de infraestrutura no Autódromo.

"A Fórmula 1 é um dos eventos que mais traz dinheiro para São Paulo, por isso é importante a conservação e as melhorias do autódromo de Interlagos", destacou Bruno Covas.

Parte desse valor (R$ 116,7 milhões), já foi repassada ao município em cinco etapas entre os anos de 2014 e 2018, para implantação do Edifício de Apoio (atrás dos boxes), Centro Operacional (ao lado dos boxes), boxes técnicos, nova galeria técnica, geométrica da entrada e saída dos boxes e novo pavimento (rígido e flexível) no pit lane (frente do boxes).

O Centro Operacional abriga as salas de controle da corrida e também pode ser utilizado como área VIP, já o Edifício de Apoio conta com salas, banheiros e cozinhas que dão mais espaço e comodidade às escuderias e complementam a área dos boxes e do paddock.

Para 2018 e 2019 serão utilizados os recursos restantes no valor de R$ 43 milhões, verbas que estão sendo liberadas, para o saldo da etapa 5 (projetos executivos) e para a Etapa 6, que trata do alteamento e execução da cobertura dos boxes.

Fábrica do Samba

As obras da Fábrica do Samba, na Avenida Doutor Abrahão Ribeiro, foram iniciadas em 2012 e chegaram a ficar paralisadas na gestão passada por falta de recursos. Elas continuaram em ritmo lento de abril de 2016 até setembro de 2017, quando a atual gestão retomou, com recursos próprios, a construção do último bloco em setembro de 2017.

A estrutura do local que irá abrigar as escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo conta com 14 barracões, área administrativa, Memorial do Samba, salas de aula e área externa.

Com uma área total de cerca de 64 mil m², o espaço é dividido em três blocos. O Bloco A, com três galpões, e o Bloco B, com quatro galpões, já estão prontos e são utilizados pela Liga das Escolas de Samba. A Prefeitura de São Paulo receberá R$ 40 milhões para dar sequência nas obras e finalizar o Bloco C, composto por outros sete galpões.

Toda estrutura pré-moldada dos sete galpões que compõem o bloco C foi concluída em janeiro de 2018 e 50% da alvenaria já está pronta. Além dos serviços de alvenaria, instalações elétricas, hidráulicas e de dispositivos contra incêndio estão sendo feitas.   

Também foram concluídas as obras da portaria, dos 57 banheiros externos para visitantes, de duas passarelas, de duas caixas d’água e da área para reciclagem, que ocupa o espaço de três galpões e tem capacidade para reciclar 400 toneladas de material.

Desde o início do projeto (2012) até agora foram investidos R$ 176,8 milhões nas obras da Fábrica do Samba, sendo R$ 108,2 milhões (PMSP), R$ 27,5 milhões do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano (FUMDURB) e R$ 40 milhões (governo federal, por meio do Ministério do Turismo).

Ler 3190 vezes