Quarta, Dezembro 19, 2018
fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 270
Terça, 06 Março 2018 10:47

Operação do Detran.SP gera 55 multas por irregularidades no transporte escolar em Itapevi

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

irregularidades no transporte escolar em Itapevi

Ação foi realizada em conjunto com a prefeitura na manhã desta segunda-feira (5/3)

Operação do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) realizada na manhã desta segunda-feira (5/3) em parceria com a Prefeitura de Itapevi gerou 55 multas contra condutores de transporte escolar privado na cidade. Ao todo, 60 veículos foram fiscalizados.

Fiscais do Detran.SP e do Departamento Municipal de Trânsito e Transportes (Demutran) percorreram 15 escolas, fizeram blitze e constataram diversas irregularidades.

Do total de multas, 26 foram registradas porque o motorista não tinha autorização para conduzir veículo escolar. O restante foi relacionado a veículo sem licenciamento, em mau estado de conservação e por não parar no bloqueio.

Vinte e seis veículos tiveram o registro retido e só poderão voltar a circular depois que os responsáveis realizarem a regularização no Detran.SP. Isso porque os veículos não cumpriam as normas de transporte. Havia falta de cinto de segurança e luzes de sinalização estavam inoperantes.

“A segurança é um ponto fundamental no transporte escolar. Os pais devem ficar atentos ao serviço contratado e saber se ele tem autorização e se a documentação do veículo está em dia, por exemplo. Eles também podem ajudar a inibir irregularidades. Qualquer problema pode ser comunicado à nossa Ouvidoria”, afirmou Maxwell Vieira, diretor-presidente do Detran.SP.

REGRAS

Veículos destinados ao transporte escolar devem seguir regras que vão desde a identificação visual, com a faixa lateral, até credenciamento no Detran.SP e na prefeitura. A lei exige que os veículos passem por vistoria a cada seis meses.

As crianças devem ser transportadas sentadas e com cinto de segurança afivelado. O uso da cadeirinha não é obrigatório, mas existem outros itens que os pais devem estar atentos ao contratar um serviço particular para levar o filho à escola:

- Verifique se o condutor é habilitado, no mínimo, na categoria "D";

- Na habilitação deve constar a inscrição “T.E.”, que indica a conclusão do curso de especialização para transporte de escolares;

- O veículo deve ter o termo de autorização para este tipo de transporte, além da vistoria regular do Detran.SP;

- Confira se há cintos de segurança em número igual à lotação e em bom estado;

- Certifique-se de que as janelas não abram mais que 10 cm. Essa trava é obrigatória;

- Verifique as condições dos equipamentos obrigatórios (lanternas, pneu, espelho retrovisor, etc.);

- Prefira o transporte que tenha outro adulto acompanhando as crianças;

- Observe as condições de higiene, conforto e segurança;

- Questione o itinerário e o tempo de permanência do aluno no veículo;

- Observe como o motorista recepciona as crianças na porta da escola;

- Peça referências a outras famílias.

 

Ler 4370 vezes
Ligia Minaro

Jornalista Responsável: Ligia Minaro - MTB 33.856