Quarta, Janeiro 24, 2018
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 257

Rei do Peixe

Sexta, 22 Dezembro 2017 08:35

Jorge Tadeu quer aprovação de projeto que incentiva adoções de crianças maiores de três anos

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Comovido com as histórias das crianças abandonadas em abrigos e os relatos das famílias que buscam pela alegria de um filho, o deputado Jorge Tadeu Mudalen (SP) trabalha para aprovar o Projeto de Lei 1432/2011, de sua autoria, que estimula as adoções tardias.

Considera-se tardia a adoção de crianças que já tenham um pouco mais de autonomia, o que acontece a partir dos três anos de idade. “Mesmo que já haja campanhas educativas para estimular as adoções tardias, os resultados não têm sido sufi cientes. A maioria das famílias ainda querem um bebê e as crianças mais velhas continuam presas aos abrigos”, lamenta o deputado.
Estatísticas apresentadas pelo Cadastro Nacional de Adoção (CNA) demonstram que crianças com idade acima de três anos têm menos chance de serem adotadas. E as chances caem drasticamente quando as crianças têm mais de oito anos. “Essa situação precisa ser modificada. A chamada adoção tardia evita que muitas crianças sejam condenadas à privação do convívio familiar”, declara Mudalen.
De acordo com a proposta do parlamentar, os processos de adoção tardia terão preferência de tramitação em relação aos demais. O texto também prevê a concessão de incentivos do Poder Público, inclusive fiscais, para aqueles que adotarem crianças nessa faixa etária. Se o projeto for aprovado, esses dispositivos serão incluídos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). “As medidas previstas contribuirão efetivamente para o estímulo às adoções tardias, em prol de inúmeras crianças e adolescentes necessitados em nosso país”, afirma o autor da matéria.

Ler 36245 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.