Sábado, Outubro 21, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 255
Segunda, 08 Maio 2017 07:53

Alckmin anuncia nova operadora de pedágio eletrônico nas rodovias paulistas

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Veloe, do grupo Alelo, trará gestão 100% digital dos planos de pagamento; empresa é mais uma a ser licenciada desde a quebra de monopólio promovida em 2011 pelo Governo do Estado de São Paulo

 

A Artesp autorizou a entrada de mais uma operadora no mercado de pedagiamento eletrônico nas rodovias paulistas. A Veloe, empresa do grupo Alelo que tem como sócios o Banco do Brasil e o Bradesco, passará a ser uma nova opção de pagamento, ampliando a concorrência e a oferta de planos e produtos para os motoristas.

O anúncio da nova operadora foi feito nesta sexta-feira, 5, pelo governador Geraldo Alckmin em coletiva no Palácio dos Bandeirantes. Atualmente, 60% dos pagamentos em 6,9 mil quilômetros de rodovias paulistas já é feito pelo pedagiamento eletrônico. Em 2016, foram registrados mais de 500 milhões de pagamentos pelas pistas automáticas. Ao todo, as quatro empresas em operação administram 4,4 milhões de etiquetas (tags) instaladas em veículos que circulam no Estado.

“Estamos dando mais um passo importante. A taghoje sai sem custo, e as concorrentes oferecem benefícios para tentar fidelizar seus clientes. Já temos mais de quatro milhões de pessoas utilizando o pedágio eletrônico e queremos elevar esse número, para aumentar a fluidez e reduzir o risco de acidentes”, afirmou o governador.

A Alelo chega em um momento em que o Governo paulista vem adotando políticas de transporte público com o objetivo de facilitar a vida dos usuários de rodovias e reduzir os custos com pedágio por meio do incentivo a novas operadoras e realização de concessões rodoviárias com tarifas mais baratas e flexíveis.

Nos 13 primeiros anos do Programa de Concessões de Rodovias em São Paulo, apenas uma operadora era autorizada - e com um único plano, que à época cobrava R$ 69,56 de adesão, além de R$ 12,40 de mensalidade. Em 2011, o Governo adotou medidas para a abertura de mercado com mudanças na regulamentação, além da modernização e barateamento da tecnologia até então adotada. Como resultado, hoje as operadoras não cobram mais adesão, criaram planos sem taxa de mensalidade e passaram a oferecer a modalidade pré-pago. Para incrementar esse novo cenário de inovações e facilidade para os usuários, a Alelo prevê gestão 100% digital de seus planos, por meio de aplicativo e site móvel. A estimativa da Veloe é superar a fase de implantação esse ano e iniciar a comercialização de seus planos em 2018.

Ainda esse ano, duas novas concessões de rodovias paulistas entrarão em operação, ampliando os benefícios da malha concedida em 738 quilômetros. Os editais preveem que essas concessionárias pratiquem desconto de 5% no valor da tarifa quando o pagamento for feito pelo sistema automático. Os contratos permitem, ainda, que por meio do pedagiamento eletrônico, as concessionárias adotem tarifas flexíveis, com descontos adicionais para, por exemplo, estimular o uso das rodovias em horários de menor demanda e distribuir melhor o fluxo.

Com tantos incentivos, a quantidade de veículos com etiquetas eletrônicas (tags) vem aumentando e novos serviços e ofertas estão sendo agregados ao sistema, como pagamento de estacionamento, abastecimentos de combustível e programas de fidelidade. A Artesp estima que, ao chegar em 80% a adesão pelo pagamento automático nas rodovias, será possível iniciar os estudos para adoção do modelofree flow, sem cancelas, o que tornará as viagens ainda mais rápidas e seguras.

Ler 259 vezes
Ligia Minaro

Jornalista Responsável: Ligia Minaro - MTB 33.856

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.