Domingo, Setembro 23, 2018
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 266
Quinta, 12 Julho 2018 10:05

Guimarães Rosa é homenageado em exibições na Casa das Rosas

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

As sessões do Jardim Paradiso exibem adaptações cinematográficas de contos e novelas do autor

Casa das Rosas realiza em seu jardim o Jardim Paradiso, exibições ao ar livre de adaptações cinematográficas de obras literárias. Entre julho e setembro, o museu-casa celebra os 110 anos de nascimento de Guimarães Rosa, trazendo ao público adaptações cinematográficas de histórias do célebre escritor. As sessões acontecem 19 de julho, 23 de agosto e 13 de setembro, quintas-feiras às 19h.

O primeiro filme exibido é A hora e a vez de Augusto Matraga (1965), inspirado no conto homônimo presente no livro Sagarana (1946). A adaptação de Roberto Santos conta a história de Augusto Matraga, um violento fazendeiro que ao ser traído pela esposa é emboscado por seus inimigos e dado como morto, mas é salvo e torna-se uma pessoa religiosa. Depois do episódio de quase morte, Augusto conhece Joãozinho Bem Bem, jagunço que o faz viver um conflito interno, instigando os instintos violentos de sua personalidade e o fazendo oscilar entre seu temperamento agressivo e a religiosidade que não consegue mais abandonar.

A mostra ainda conta com exibições de A terceira margem do rio (1994), de Nelson Pereira dos Santos no dia 23 de agosto e Mutum (2007), de Sandra Kogut, dia 13 de setembro. A Casa das Rosas integra a Rede de Museus-Casa Literários gerenciada pela Poiesis.

SOBRE A CASA DAS ROSAS

A Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos é um museu dedicado à poesia, à literatura, à cultura e à preservação do acervo bibliográfico do poeta Haroldo de Campos, um dos criadores da poesia concreta, na década de 1950. Localizado na emblemática Avenida Paulista, o espaço realiza intensa programação de atividades, como oficinas de criação e crítica literárias, palestras, ciclos de debates, exposições, apresentações literárias e musicais, saraus, lançamentos de livros, performances e apresentações teatrais, entre outros.

O museu funciona num dos raros casarões remanescentes da época inicial da Paulista, construído em 1935 pelo escritório Ramos de Azevedo. Ao associar um patrimônio histórico e arquitetônico da cidade ao legado de um dos principais representantes de nossos movimentos de vanguarda, a Casa das Rosas representa as transformações tanto urbanas e sociais como artísticas e culturais de São Paulo. 

SOBRE A POIESIS

A POIESIS – Organização Social de Culturaé uma organização não governamental que desenvolve e gere programas e projetos, pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

SERVIÇO:

A hora e a vez de Augusto Matraga | 19/7. Quinta-feira, 19h

Recomendação etária: 10 anos | Duração: 106 min.

A terceira margem do rio | 23/8. Quinta-feira, 19h

Recomendação etária: 16 anos | Duração: 90 min.

Mutum | 13/9. Quinta-feira, 19h

Recomendação etária: livre | Duração: 90 min.

Atividades gratuitas sem necessidade de inscrição prévia.

Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura

Avenida Paulista, 37 – próximo à estação Brigadeiro do metrô.

Funcionamento: de terça a sábado, das 10h às 22h. Domingos e feriados, das 10h às 18h.

Convênio com o estacionamento Parkimetro: Alameda Santos, 74 (exceto domingos e feriados).

Telefone: (11) 3285-6986 | (11) 3288-9447 | www.casadasrosas.org.br

 

Ler 55 vezes
Ligia Minaro

Jornalista Responsável: Ligia Minaro - MTB 33.856