Sexta, Outubro 19, 2018
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 267

CONLUIO = Acordo que se estabelece entre dois ou mais indivíduos, com  objetivo de prejudicar outras pessoas.

Publicado em Cotidiano

Com certeza, por essa, o atual prefeito regional de Itaquera, Jacinto Reyes  não esperava: “descascar um tremendo abacaxi” deixado por seu antecessor, que não acatou uma determinação da Corregedoria Geral do Município que aconteceu em julho do ano passado, ainda na gestão petista.

Publicado em Cotidiano

Não durou muito. Inaugurado em com muita pompa com a presença da chamada grande imprensa, de políticos e até do prefeito Fernando Haddad, o Centro Gastronômico de Itaquera foi parar na Justiça e hoje correm no Foro Regional de Itaquera várias ações, pasmem contra os comerciantes ali instalados. Em uma delas, inclusive um dos permissionários já tem tempo estipulado para deixar o espaço. A área é pública, fica na antiga Praça da Estação, mas as ações são movidas por uma entidade privada: a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Itaquera, entidade presidida pelo empresário Roberto Manna.

Publicado em Cotidiano

Não é difícil imaginar – que na Subprefeitura de Itaquera no mínimo muita incompetência administrativa pode mesmo estar minando os rumos da gestão do prefeito Fernando Haddad. Depois da inauguração de um centro gastronômico com imóveis erguidos em alvenaria que foram - supostamente cedidos sem processo licitatório com apenas uma autorização de uso de três meses, agora surge uma nova denúncia: a de suposto pagamento de R$ 20 mil efetuado por cada contemplado para o uso do espaço por dois anos.

Publicado em Cotidiano

A Subprefeitura de Itaquera deve mesmo estar a "mercê" dos desmandos do presidente da CDLI (Camara de Dirigentes Lojistas de Itaquera) o renomado empresário Roberto Manna que é aliado do deputado tucano Fernando Capez. Em uma total falta de respeito a população e a isonomia estão sendo noticiados no bairro a construção de um estacionamento e de um centro gastronômico, que serão administrados pela CDLI, inclusive com cobranças de "taxas de manutenção".

Publicado em Cotidiano

O Carnaval passou... escolas campeãs, outras rebaixadas, belos desfiles, outros nem tanto. Inicio de quaresma – período de reflexão em que os cristãos se dedicam a conversação espiritual relembrando os 40 dias que Jesus passou no deserto e os sofrimentos que ele sofreu na cruz.

      Com o fim dos festejos de Momo, independente da questão religiosa, torna-se mais do que natural que os itaquerenses, que moram ou trabalham no bairro que abriu a Copa 2014, entrem em um período de reflexão a fim de diagnosticar e cobrar o que realmente é melhor para o bairro.

Claro que novamente se torna necessário uma reflexão quanto ao comando das subprefeituras. Um subprefeito que não mora na região e que faz parte do grupo politico de um parlamentar, que somente aparece na comunidade de quatro em quatro anos para amealhar alguns votos, óbvio que um subprefeito nestas condições jamais terá qualquer compromisso com o bairro. Se ao menos fosse indicado por um vereador da Zona Leste teria – pelo menos – receio de fazer o que está sendo feito em Itaquera.

Um subprefeito autoritário com a base da pirâmide social e medroso com os ditos mandatários do bairro, não é isso que a comunidade precisa. A prova do descompromisso do atual subprefeito itaquerense está no simples fato de não responder aos questionamentos do único jornal do bairro que não o paparica. Este periódico, que sofre com a perseguição daqueles que se locupletam do poder e vivem as custas do erário público.

     Quanto ao "temor" do subprefeito, está mais do que claro, que tem mesmo um "respeito exagerado ou até mesmo doentio" por certos grupos dominadores que cresceram as custas da história do bairro cidade chamado Itaquera.

Em 2013 uma área municipal na avenida Radial Leste esquina com rua Itagimirim estava sendo pleiteada por duas entidades do bairro: a CDLI Câmara de Dirigentes Lojistas de Itaquera e pela Escola de Samba Leandro de Itaquera. A primeira entidade liderada por um grande empresário e com alguns poucos comerciantes associados, a segunda com mais de 3000 mil componentes e que durante muitos anos levou o nome de Itaquera para mais de 100 países em desfiles transmitidos pela Rede Globo Internacional.

        O subprefeito da época ao menos abriu uma discussão, mas que não deu em nada. Agora passados quase dois anos, bem ao estilo "deixa a poeira baixar" na mesma área surge uma faixa com os dizeres "Em breve estacionamento CDLI", ou seja, o atual subprefeito cedeu a área para a entidade, apesar que a versão oficial da Construtora Anastácio ( veja reportagem página 3) dá conta que no local será construída uma praça. Várias máquinas da construtora fizeram no local uma espécie de aterro e serviço de terraplanagem.

     Mas contra imagens não existem argumentos e a tal faixa lá estava afixada anunciando "mais uma conquista do CDLI para Itaquera". Claro que existem diferenças gigantescas entre um Bolsão de Zona Azul e um estacionamento de um entidade privada. Por isso a reflexão se faz necessária na quaresma itaquerense.

     Mas o que fazer se no bairro de Itaquera mais uma vez foi colocado um subprefeito de fora e que ainda por cima demonstra medo e submissão aos eternos poderosos do bairro de Itaquera?

E que venha a quaresma itaquerense e que o povo não seja mais uma vez o crucificado!

Publicado em Editorial

Em pleno centro de Itaquera mais um desrespeito a população está sendo protagonizado pela Subprefeitura do bairro. Uma área municipal fora cedida a uma entidade privada e ainda por cima na mesma área estão sendo executadas obras de terraplanagem e movimentação de terra com maquinários da Construtora Anastácio, contratada em regime de ATA pela mesma Subprefeitura.

Publicado em Cotidiano