Quarta, Dezembro 12, 2018
fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 269
Segunda, 30 Julho 2018 08:20

Novo prefeito regional fala do desafio em diminuir as reclamações do bairro Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

O médico Jacinto Reyes não é mais o prefeito regional de Itaquera, deixou o cargo como chegou: sem muito alarde. Saiu criticado por antigos aliados. Para o seu lugar chega Jamil Yatim que já ocupou cargos de alta complexidade como o de diretor administrativo da Ceagesp (Central de Entrepostos e Abastecimento do Estado de São Paulo). Passou também pela SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Guarulhos e foi diretor da Codesp (Companhia de Docas do Estado de São Paulo), além de diversos outros cargos de relevância. Acompanhe abaixo os principais trechos da entrevista concedida pelo novo prefeito regional a equipe do Fato Paulista.

 

Fato Paulista: Com sua experiência em Gestão, foi diretor administrativo do Ceagesp, é possível resolver uns dos grandes problemas de Itaquera, que é a questão de zeladoria?
Jamil Yatim: Na verdade este foi o primeiro problema que nos deparamos. Não tínhamos equipes, agora temos quatro. Não somente em Itaquera, mas em todos as outras prefeituras regionais haverão multirões nos finais de semana a fim de sanar as demandas atrasadas e atender as mais recentes.


Fato Paulista: A gestão anterior fez vários termos de cooperação com comerciantes e entidades para a manutenção das praças, o senhor dará continuidade a esse projeto?
Jamil Yatim: Sim, pretendo intensificar estas parcerias, que são metas não minhas, mas de toda a gestão municipal.


Fato Paulista: Qual a verba que a Regional tem hoje para administrar a Prefeitura?
Jamil Yatim: São em cotas, por exemplo temos 300 toneladas de asfalto o que tem que ser aumentado. Temos contratos em ATA com construtoras, agora precisamos com a ajuda dos moradores pontuar as prioridades para o bairro.

Fato Paulista: A gestão anterior deixou várias obras a serem concluídas e que ainda não foram nem empenhadas no orçamento, como quadras esportivas, manutenção de praças, o senhor acredita que conseguirá colocar essas obras em andamento?
Jamil Yatim: Claro que daremos andamento, mas é necessário também firmar parcerias com as outras esferas de Governo. Vamos nos empenhar ao máximo nesta questão. Temos vários problemas crônicos como o Rio Verde que já estamos buscando parcerias.

“ A reclamação visual é muito mais freqüente e muito mais alta, do que uma que não se vê. Por exemplo:  tem um problema sério do rio, mas este problema somente é reclamado na hora que enche . Ai o munícipe quer matar o administrador. O visual é muito freqüente como o caso do comércio irregular, que o comerciante está vendo isso acontecer em frente a sua loja. Por exemplo,  o cara da barraquinha acaba revoltando o lojista que paga o seu imposto. Então este visual o grito é maior. Como o buraco nas ruas, o carro é um xodó do brasileiro e quando cai em um buraco xinga até  a mãe do prefeito. A sujeira é outra questão,  existem pontos viciados. Aqui perto da Jacu Pêssego,  que se acaba de limpar,  no dia seguinte está sujo de novo. A colaboração as vezes não vem, mas a reclamação chega rápido. O nosso cargo impõe esta missão”, Jamil Yatim

Ler 15433 vezes
Ligia Minaro

Jornalista Responsável: Ligia Minaro - MTB 33.856