Terça, Agosto 22, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 253
Segunda, 26 Junho 2017 07:04

Vamos estudar juntos a história de São Paulo? Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Gilson Barreto (*)

Estudar é prazeroso, existem muitas maneiras de conhecer. Pode ser nas salas de aula, mas também na internet ou assistindo a um programa na televisão. Ir ao cinema, ao teatro e viajar são outras formas de aprender. Mas há uma outra muito pouco difundida no Brasil: a das placas de rua que contam a história das cidades.


Foi pensando nisso que apresentei na Câmara Municipal o projeto de lei 298/2017. Ele se propõe identificar locais que abrigaram grandes personalidades e fatos históricos de São Paulo, com a instalação de placas que ajudarão a população e os turistas a saber que ali, naquele lugar, alguém importante viveu ou algo de relevância histórica aconteceu. 
As placas também ampliarão as opções turísticas na cidade. Alguns desses locais poderão ser incluídos na rota da linha do ônibus Circular Turismo SP, conforme a procura, e contribuirão para aumentar a cultura dos paulistanos e o interesse dos visitantes pelo nosso município. 
Na Europa isso já é muito comum. Em Londres, por exemplo, são famosas as chamadas “placas azuis”, com grande apelo turístico. Surgiram nessa importante cidade europeia há cerca de 150 anos. E inspiraram outras da Inglaterra e de outros países a adotar iniciativas parecidas. 
O mesmo acontece na França e na Itália, por exemplo. 
Em São Paulo, se o nosso projeto se tornar lei, as placas deverão ser instaladas em local visível, para que qualquer cidadão possa ter acesso e conhecimento das informações sobre a personalidade, o fato histórico e a sua importância para a cidade. Elas deverão conter o nome, a data de nascimento e de falecimento da personalidade, sua profissão e uma breve biografia. No caso de um fato histórico, também um resumo que justifique a sua instalação. 
E é importante dizer que a indicação desses lugares, personagens e acontecimentos deverá ser feita ao Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo), que será responsável por essa análise e verificará a veracidade dos fatos, assim como a importância do morador de uma residência ou de um fato histórico que aconteceu ali.
Com essa medida, todos nós conheceremos mais. E São Paulo se mostrará uma cidade mais interessante do que a gente imaginava.
* Vereador de São Paulo pelo PSDB.

Ler 391 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.