Sábado, Outubro 21, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 255
Terça, 30 Maio 2017 14:02

Vigilância Solidária está sendo implantada em São Mateus com câmeras em várias ruas Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Sucesso em diversos bairros, entre eles no Belém, o projeto Vigilância Solidária surgiu graças a uma saudável parceria entre a TECVOZ (empresa líder na tecnologia de segurança) e CONSEGs (Conselhos Comunitários de Segurança). A iniciativa surgiu inspirada no Plano Vizinhança Solidária, criado pela Policia Militar em unir moradores e conscientizá-los que a solidariedade entre os vizinhos, em termos de segurança, é uma ferramenta de policiamento preventivo.


Já o Vigilância Solidária da TecVoz oferece uma evolução tecnológica, modernizando a forma de monitoramente e a comunicação entre moradores. A iniciativa consiste na implantação de câmeras de alta resolução em ruas do bairro, assim a Policia e os moradores participantes terão acesso as imagens 24 horas por dia em tempo real e gravadas - disponíveis por 7 dias na Nuvem -. As imagens podem ser acessadas via computador, tablet ou smartphone com sistemas operacionais android ou ios.
Outro ponto interessante é a interligação das informações. O comerciante ou morador que aderir ao projeto poderá ter acesso a todas as imagens de todas as câmeras instaladas em outras ruas e bairros. Mais um avanço no combate a insegurança é o fato das imagens serem salvas na Nuvem. Antes os meliantes invadiam os estabelecimentos e roubavam os DVRs a fim de acabar com provas, hoje com o advento da chamada Nuvem, esta prática não terá efeito algum, pois as provas e imagens estarão salvas e podendo ser acessadas em qualquer lugar de qualquer smartphone.

Implantação do Vigilância Solidária em São Mateus
Em São Mateus, mais de 15 empresas já aderiram ao projeto e já estão com as câmeras de última geração instaladas e têm acesso as imagens de todas as câmeras do projeto ao longo da cidade de São Paulo. A empresa escolhida para implantar o projeto foi a conceituada Instala Câmera que é dirigida pelo rotariano Edgard Maia, que comentou sobre a implantação. “A aceitação do empresariado e dos moradores está sendo muito grande. Estamos ampliando a nossa equipe para atender a demanda”, comenta Edgar, que dirige a empresa ao lado dos filhos.
Ele também destaca a atuação dos Consegs da região - 49° DP e 55° DP- e do próprio Rotary Clube. “Estas entidades contam com idealistas em atuam em prol do nosso bairro e estão nos apoiando, orientado com idéias e sugestões. Tenho muito a agradecer ao Conseg e ao Rotary Clube. O Vigilância Solidária não estaria acontecendo senão contássemos com o apoio destas duas entidades”.
“Não posso deixar de destacar a TecVoz, uma empresa excelência em tecnologia da segurança , que está nos passando todo o suporte necessário para a implantação do sistema”, finalizou.

Ler 258 vezes
Ligia Minaro

Jornalista Responsável: Ligia Minaro - MTB 33.856

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.