Terça, Agosto 22, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 253
Marcos Savoy

Marcos Savoy

Marcos Savoy é Repórter, Jornalista especializado em Política Brasileira e todas as suas vertentes.

A previsão orçamentária para 2015, ou simplesmente ORÇAMENTO, está tramitando pelas comissões internas da Câmara Municipal de São Paulo e já está causando polêmica. Durante a reunião da comissão de finanças na quinta-feira, dia 06/11, os Vereadores estranharam a proposta do Prefeito Fernando Haddad (PT) em querer contratar mais 300 (trezentos) Auditores para a Controladoria Geral do Município.

Todo ano, no final do ano, é a mesma história. Os Deputados Estaduais recebem um Projeto de Lei para reajustar as TAXAS que pagamos nos Cartórios e no Poder Judiciário.

Fazia um tempinho que a Câmara Municipal de São Paulo não apresentava nenhum escândalo volumoso e as “coisas” tramitavam dentro da normalidade , porém no último domingo dia 26 de outubro, o programa Fantástico da TV Globo veiculou reportagem mostrando que dois assessores da CPI DOS ALVARÁS; o servidor municipal Roberto de Faria Torres e o assessor parlamentar Antonio Pedace, ambos nomeados no gabinete do Vereador Eduardo Tuma do PSDB, que foi o Presidente da CPI, estavam extorquindo comerciantes que tinham irregularidades na documentação dos seus estabelecimentos. Os “assessores” da CPI DOS ALVARÁS faziam contato com os comerciantes e empresários, no intuito de “aliviar a situação”, mediante pagamento de laudos extras.

Apesar da obstrução das bancadas de oposição compostas pelo PT, PSOL e PCdoB o Governador Geraldo Alckmin “passou o rodo” e mostrou a força da sua bancada governista na Assembléia Legislativa. Por 56 votos a favor foi aprovado Projeto de Lei autorizando o Executivo Paulista contrair empréstimos com o BNDS, CAIXA, BANCO DO BRASIL e também com bancos privados num total de seis bilhões e 162 milhões de reais para aplicação na construção da linha 5 – Lilás – do Metrô, melhoramento na Rodovia dos Tamoios para futura concessão e para futura construção do túnel submerso que vai ligar Santos ao Guarujá na baixada santista.

O Governador GERALDO ALCKMIN, reeleito em primeiro turno para mais 4 anos de mandato e sendo assim obtendo a aprovação dos eleitores no Estado de São Paulo, tem um hábito “não muito bom” e pouco recomendável que é fazer promessas para a sensível área da SEGURANÇA PÚBLICA e demorar muito para cumprí-las ou até nem cumprir.

Segunda, 15 Setembro 2014 13:48

O que é isso, companheiro? - edição 217

A turma do HADDAD resolveu "botar pra quebrar" e as faixas pintadas de vermelho e segregadas por tachões, chamadas de ciclofaixas,  proliferam por muitos bairros de SAMPA, principalmente aqueles que têm mais visibilidade da mídia.
Segunda, 25 Agosto 2014 16:05

E as periferias - edição 216

Devido o tempo seco e o clima de inverno São Paulo está parecendo um grande deserto e as periferias mostram a face de abandono.

Quando FERNANDO HADDAD(PT) começou subir nas pesquisas nas eleição de 2012 em São Paulo, muitas propostas foram apresentadas na perspectiva de ganhar o pleito, o que na verdade ocorreu e ele se tornou Prefeito.

A ideia de proibir dos carros de circularem durante todo o doa quando da realização de jogos no “ITAQUERÃO” fez alguns técnicos da CET e autoridades municipais gostarem da ideia.

Reza a lenda que um agricultor russo colocou seu querido bode dentro de casa para que o caprino fugisse do frio intenso daquela região. A família do agricultor sofria muito com o cheiro horrível que o animal exalava. Quando o frio foi embora o bode foi tirado da casa e todos ficaram muito felizes com o Pai pelo “bem feito”.

Pagina 3 de 4