Quarta, Novembro 22, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 256

O vereador Gilson Barreto (PSDB) aprovou a implantação de 151 linhas de ônibus noturno em São Paulo.  Ele propôs e é um dos autores da lei 15.934/13, que garantiu o transporte na madrugada. De acordo com a prefeitura, o percurso atende toda a rede do metrô, terminais de ônibus e serviços 24 horas, com vigilância da Guarda Civil Metropolitana. Os 454 veículos estão circulando da meia-noite às 4h (101 linhas com intervalo de 30 minutos; as demais, de 15 minutos).

Publicado em Geral

     Um dos casais se conheceu ainda na infância e esperou a vida toda para subir ao altar. Outro já tem três filhos, mora junto há 17 anos, mas só agora pode se casar. Essas são algumas das histórias de pessoas humildes que finalmente conseguiram realizar o sonho do matrimônio.

Publicado em Geral

O vereador Gilson Barreto (PSDB) criticou, esta semana, o atendimento do serviço 156 e os altos valores do contrato municipal com a empresa Call Tecnologia e Serviços LTDA.

Publicado em Política

O 15ª Mutirão de Catarata/ Etapa Leste divulgou o número de cirurgias que serão realizadas este ano pela campanha: ao todo, serão 1.780 intervenções. Muitas delas já estão sendo feitas.

Publicado em Política

* O vereador Gilson Barreto (PSDB) votou NÃO ao aumento abusivo do IPTU de Haddad;

*Gilson lutou contra o fim do comércio nas avenidas Mateo Bei, Conselheiro Carrão e Rio das Pedras . Ele apoiou comerciantes, consumidores e moradores de São Mateus que reivindicaram vagas para estacionamento de veículos e de carga e descarga nas avenidas Mateo Bei, Conselheiro Carrão e Rio das Pedras. Gilson lutou pela suspensão da Zona Azul e pela faixa exclusiva de ônibus nos horários de pico. Transporte, desenvolvimento e qualidade de vida para a região;

Publicado em Política

Prezados, não pude participar pessoalmente do protesto na Avenida Mateo Bei contra medidas da Prefeitura que estão acabando com o comércio na região. Apesar de não poder deixar o plenário da Câmara Municipal, onde nós vereadores discutíamos e votávamos projetos para a cidade, fiz questão de fazer um pronunciamento em apoio aos comerciantes e aos moradores que têm enfrentado dificuldades para trabalhar e para viver em São Mateus, tudo por causa da insensibilidade do Governo Haddad.

Publicado em Política
Pagina 3 de 3