Sábado, Novembro 18, 2017
redacao@fatopaulista.com.br / fatopaulista@hotmail.com Telefone: (11) 2849-1454 ::: Ano IX - Edição n º 256
Segunda, 26 Junho 2017 16:21

Triste Trópico

Estou me debatendo há dias para escrever este artigo, pois não queria mencionar as barbaridades que se desvendam diante nossos olhos arregalados de espanto todos os dias defronte a televisão.

Publicado em Articulistas
Quarta, 08 Março 2017 15:38

As vítimas da hipocrisia brasileira

Enquanto penso na forma de iniciar esta coluna, cujo título remete à trágica situação econômica, política e, sobretudo, moral em que nos encontramos depois de apenas três anos de inéditas investigações policiais eficientes e devastadoras sobre a corrupção no Brasil, provavelmente uma mulher está morrendo em decorrência de um aborto clandestino. Muito provavelmente, pois morrem quatro por dia. Soma total em 2015 – daquelas que procuraram socorro em hospitais e mesmo assim morreram: 1.664. Em 2016, até o mês de setembro foram 1.215 mortes. Também em 2016 quase 124 MIL MULHERES procuraram hospitais em decorrência de complicações por abortos ilegais. Os dados são do próprio Ministério da Saúde, que adverte: “fazer aborto clandestino é prejudicial à sua saúde”. Só que como o aborto não está legalizado, as mulheres têm que fazer clandestino mesmo e correr o risco de morrer. Que mundo é esse?

Publicado em Articulistas
Segunda, 30 Janeiro 2017 12:02

Adeus ano velho, a Deus ano novo!

Quem, como eu, desejou avidamente o final de 2016, sonhando que 2017 traria boas energias e novas esperanças, que seria, enfim, um ano melhor, deu com as éguas n’água, porque a coisa já começou sinistra!

Publicado em Articulistas
Terça, 29 Novembro 2016 17:54

Foi descoberto o Brasil...

“E a turma gritava: bem vindo o seu Cabral”. Quem não se lembra desta musiquinha tem menos de quarenta anos de idade e quando entrou na escola primária a ditadura militar tinha acabado e os professores já podiam falar das mazelas brasileiras desde o período colonial. Podiam falar da escravidão como algo vergonhoso, do sistema econômico e social excludente sob o qual o Brasil sempre foi administrado e, também, sobre a corrupção endêmica que é nossa característica política mais genérica desde o longínquo Império até nossa atual República infestada de malufeiros, mensaleiros, petroleiros, trambiqueiros e tais.

Publicado em Articulistas
Segunda, 12 Setembro 2016 11:06

Mundo estranho esse em que vivemos

Estranho demais. “Pipocou” ainda a pouco em meu computador, comandado por estranhas forças que fazem com que cheguem a mim mensagens e informações pelas quais não procurei, a notícia de que o Papa Francisco (aquele argentino que gosta de futebol e que é, atualmente, o representante do Deus católico na terra, ou no planeta, como preferirem meus queridos leitores) “está preocupado com o futuro do meio ambiente”.

Publicado em Articulistas

Meio ambiente é um assunto recorrente hoje em tudo que é lugar: está no discurso de políticos, empresários, gestores, professores, donas de casa, intelectuais, cientistas, artistas. Cozinheiros, articulistas, chefes de Estado, muambeiros. Todo mundo “se preocupa” muito com o meio ambiente, não é mesmo? Você, meu caro leitor, não se preocupa? Se não. Deveria! E todo mundo que “se preocupa” com o meio ambiente diz que o problema é que “as pessoas” não respeitam o meio ambiente e que precisa de educação ambiental para que “as pessoas” passem a respeitar o meio ambiente. Mas quem são “as pessoas” que não respeitam o meio ambiente? Eu sei. São: os políticos, empresários, gestores, professores, donas de casa, intelectuais, cientistas, artistas, cozinheiros, articulistas, chefes de Estado, muambeiros e, também, os educadores ambientais. Todo mundo que diz que se preocupa com o meio ambiente!

Publicado em Articulistas
Segunda, 22 Junho 2015 11:57

Meio ambiente e vida urbana

Não tem mais retorno: a maioria dos seres humanos passaram, definitivamente, a viver nas cidades. Elas já são o ambiente no qual viveremos daqui para frente. Elas são o nosso meio ambiente. E isso representa um enorme desafio a ser vencido. Com o deslocamento de enormes massas de gente para as cidades, deveremos deslocar recursos ambientais para suprir as necessidades de toda essa gente, e isso não é tarefa nada fácil: água, energia e alimentos, só para falar do básico. E os países mais pobres é que enfrentam, desde já, os maiores percalços.

Publicado em Articulistas